A importância do livro didatico

| | Um comentário:
       Imagem: www
      Este trabalho visa notar a importância do livro didático na educação infantil, uma vez que sabemos que o mesmo é de suma importância na aprendizagem das crianças e um instrumento complementa de trabalho para os docentes, mas ainda de integração entre o educador e os alunos, visto que é o professor quem o desvenda para os estudantes, algo indispensável principalmente em si tratando de meninos e meninas em idade escolar inicial.  Por isso a escolha certa do livro que se vai usar em sala de aula é significativa, pois ele pode cooperar para instruir as crianças ou dificultar a assimilação do conhecimento (Considerando um livro com linguagem complicada e outros prós).

      O Livro didático Através da Infância de Rosália Sandoval (pseudônimo de Rita Rosália de Abreu), publicado em 1918 na cidade de Recife é exemplo de como um bom livro pode contribuir para a aquisição do conhecimento dos educandos. O livro reúne historias e poemas que incessantemente narram à infância ou mostra uma criança como personagem principal. De forma imperceptível Rosália consegue com seu livro, ensinar aos alunos lições de gramatica, geografia, ciências, história, física e química. Algo que diferencia a obra é que ela vai além do ensino acadêmico abordando da mesma forma graciosa temas religiosos, sociais e falando de preconceito.  Ensinando a ter respeito pelos mais velhos e pobres, há admira-los. Em algumas historietas a autora revela sua própria infância como transparece no poema: Minha Casa

A minha casa é pobre, mas tão linda! Pela manhã, diversos passarinhos ledos vêm cantar, dentro do meu jardim, nos canteirinhos, e dentro do pomar.

Vejo palácios de belleza immensa, cuja deslumbrante architectura a mente abrasa... comtudo os não prefiro á sã ventura que sinto quando estou na minha casa.

A‟ tarde, quando o pae vem do trabalho, - da luta nobre que nos dá o pão, quotidianamente, - mamãe o abraça, e eu beijo-lhe a mão... Como é feliz a gente!

A‟ mesa do jantar, todos reunidos... A louça limpa, os vidros crystallinos, a comida cheirosa... A Ventura nos vendo assim unidos, atira sobre nós petalas de rosa.

E, quando um dia a contigencia humana obrigar-me essa casa que amo tanto, a abandonar, será com a alma toda immersa em pranto que deixarei o meu querido lar!

      A autora revela que para a criança não é necessário superficialidades e consumo hiperbólico, todavia a inocente meninada necessita de um lar e proteção dos pais. Outro ponto elementar do livro é que ele não possui uma hierarquia (professor-aluno), Rosália se mostra como mestre e aprendiz ao mesmo tempo, construindo assim um elo com os educandos os quais passam a se identificar com os personagens, tornando ainda mais gratificante o aprendizado. A escritora alagoana Rosália Sandoval (1876 – 1876), dedicou sua vida a produção literária, venceu os preconceitos da época em que vivia por ser mulher, solteira, poeta, pobre e mestiça em um contexto histórico onde a mulher vivia sobre domínio dos homens e não possuíam direitos próprios como ate mesmo o de exercer uma profissão que lhe garante-se o sustento como no caso da escritora. Ela inovou o livro educacional trazendo tópicos comuns do seu cotidiano e exibindo coisas simples como flores, estrelas e o sol, assuntos que chamam a atenção dos estudantes. Uma vez tido sido professora por anos e diretora de escola, Rosália sabia se transportar para o universo infantil e foi justamente nesse campo onde ela mais se destacou e marcou sua presença, no entanto a autora mesmo possuindo tal relevância ainda é pouco conhecida na sociedade alagoana e brasileira como um todo.

      Todavia conhecer sua criação Através da Infância nos faz refletir sobre a influência do livro didático na construção moral e acadêmica dos aprendizes, já que é o local onde são encontrados os conhecimentos, saberes e valores passados pelos professores aos discentes (muitas vezes como única ferramenta), também nos faz perceber que é primordial uma melhoria na estrutura e seleção dos conteúdos de muitos livros atuais. Num país como o Brasil com um sistema educacional deficiente é fundamental que o livro didático usado em sala de aula seja um material bem elaborado e que traga consigo informações acessíveis de acordo com a idade da criança, propiciando divertimento, cultura, poemas e arte. Que seja um meio para o leitor melhorar seu vocabulário e raciocínio logico, que amplie seu campo de visão, que o ajude a elaborar sua capacidade de argumentação, que incremente a imaginação das crianças e estimule sua criatividade, e o mais essencial que leve o aluno a criar um pensamento crítico segundo suas próprias conclusões e não baseados em dados prontos.

BAIXE O LIVRO ATRAVÉS DA INFÂNCIA DE ROSÁLIA SANDOVAL AQUI.

Clube do livro

| | Nenhum comentário:
                                                         Imagem: We Heart it